Empresas Conhecidas que se Recuperaram de Grandes Crises

As crises empresariais não atingem apenas empresas de pequeno porte. Empresas bastante conhecidas já passaram por crises enormes. Confere alguns casos:

COCA-COLA

A transnacional teve uma grande crise de reputação em 2013. Um consumidor afirmava ter comprado uma garrafa do refrigerante com pedaços de um rato, o que tinha lhe causado problemas de saúde. No ano seguinte, o Tribunal de Justiça de São Paulo sentenciou a Coca-Cola como inocente. Ficou comprovado pelos peritos do Instituto de Criminalística que o rato foi inserido na garrafa pelo próprio consumidor. Apesar do ocorrido, a Coca-Cola ainda é líder de venda mundial entre os refrigerantes.

SAMSUNG

Em agosto de 2016, a empresa lançou o Galaxy Note 7. O aparelho foi um sucesso de vendas, até os dispositivos começarem a apresentar problemas. O usuários começaram a relatar desligamento, superaquecimento e até explosões de bateria. A empresa precisou fazer recall de dois milhões de aparelhos no mês seguinte. O processo consumiu cerca de US$ 5,3 bilhões. Mesmo assim, a empresa sul-coreana permanece sendo a primeira colocada em vendas no mercado de smartphones. 

APPLE

A crise enfrentada pela Apple foi financeira, na década de 90. Após a saída do Steve Jobs, a empresa lançou produtos novos que não venderam. Prestes a falir, chamam Jobs de volta, que lança o iMac e faz um certo sucesso. Logo depois, com o surgimento do iPod, a empresa volta a realizar vendas significativas. 

MARVEL

Também na década de 90, a Marvel começa a cair com o declínio das vendas de quadrinhos. Em 1996 ela pede falência e vende os direitos de cinema das suas duas maiores franquias: Homem-Aranha e X-Men. O sucesso dos filmes fez a empresa voltar-se para o universo cinematográfico e assim se recuperar financeiramente. Atualmente, a Marvel é líder de bilheteria com Vingadores: Ultimato.  

Para mais informações sobre o crises empresariais, baixe nosso e-book Gestão de Crises Empresariais: Gestão Eficiente de Crises Financeiras e de Reputação.

Sem categoria

criseempresasgestão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *