Avaliação de empreendedores: como funciona?

Jovens que podem passar por uma avaliação de empreendedores.
Priscilla Du Preez | Unsplash

Sem dúvidas uma das fases mais importantes de uma seleção de startups é a avaliação de empreendedores. Além do negócio, é importante ter boas pessoas a frente dele. Certa vez eu ouvi “Eu invisto em ideia? Se ela for do Silvio Santos, com certeza!”. O que faz os negócios são as pessoas.

É por isso que aceleradoras e incubadoras levam bem a sério quem está a frente do negócio. Esse post vale para todos: empreendedores, investidores, aceleradoras, incubadoras… Ou Qualquer outra instituição que pretende realizar uma avaliação de empreendedores.

1. Experiência

Aqui vale desde experiências anteriores com empreendimentos até experiências no setor atuante. Isso porque os investidores sentem-se mais seguros de investir quando o empreendedor já possui uma experiência.

Débora, eu não tenho nenhuma experiência anterior! Não vou receber investimento? Calma, olha o próximo tópico.

2. Vontade de aprender

Muito além da experiência, é necessário ser humilde para saber que ainda se tem muito a aprender. Se você não tiver experiência, vale ainda mais essa dica. Mostre-se disposto a aprender e a fazer o negócio de fato acontecer.

Em outras palavras: quantas formas Thomas Edison descobriu de como não criar uma lâmpada? Seja como for, é necessário persistência, estudo e paciência. Dessa forma, irá desenvolver produtos e serviços cada vez mais inovadores.

3. Capacitação

É a capacitação que o profissional tem para colocar o negócio em prática. Contudo, caso não possua essa capacitação, seja sócio ou contrate alguém que seja capaz disso. Como irá vender uma ideia que não pode colocar em prática?

Nesse sentido, lembre-se de manter seu LinkedIn atualizado. Isso porque é a rede social é uma das mais utilizadas no ecossistema de empreendedorismo. Por exemplo: capacitação adquirida por meio de cursos técnicos, superiores ou profissionalizantes

4. Cultura organizacional

O seu negócio tem uma cultura organizacional bem definida? Ter valores que norteiam suas decisões é fundamental. Do mesmo modo, ter todos os envolvidos no negócio bem alinhados quanto a isso.

Investidores buscam startups focadas em de fato alavancar seu negócio. Dessa forma, ter seus valores bem definidos é essencial para isso. Bem como, o empreendedor precisa mostrar emprenho nesse quesito.

Quer bons exemplos de cultura organizacional? Dá uma olhada no nosso post: Empresas que são referência em cultura empresarial.

5. Liderança e trabalho em equipe

Muitas startups possuem sócios com participações societárias iguais. Acima de tudo, é necessário que um tome frente para tomar decisões. Afinal, bom líder sabe dialogar e desenvolver um bom trabalho sem prejudicar nenhum setor.

“Uma das chaves para a liderança é reconhecer que todos têm dons e talentos. Um bom líder vai aprender a coletar essas virtudes para o mesmo objetivo.” 

Benjamin Carson

Além disso, saber trabalhar em equipe é uma das características mais bem-vindas. Dessa forma, é importante reconhecer que não podemos abraçar tudo de uma vez. Um bom líder identifica o talento de seus colegas e distribui tarefas de acordo com o potencial de cada um.

Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *